Clique e assine com até 92% de desconto

Venezuela instaura toque de recolher na fronteira com Brasil e Colômbia

Regime de Nicolás Maduro critica 'descuido excessivo' no combate à pandemia nos países vizinhos, que leva os refugiados venezuelanos a regressarem

Por Da Redação 20 Maio 2020, 11h13

O governo da Venezuela decretou toque de recolher nesta terça-feira, 19, em três municípios na fronteira com o Brasil e a Colômbia, em uma tentativa de evitar o retorno de refugiados venezuelanos desses países contaminados pela Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. O ministro das Comunicações, Jorge Rodríguez, afirmou que o retorno “de milhares e milhares” de migrantes se deve a um “descuido excessivo” dos governos da Colômbia, Brasil, Equador e Peru ao lidar com a pandemia.

A medida afetará as cidades de Guajira e Jesus María Semprún, na fronteira com a Colômbia, e Gran Sabanan, que faz fronteira com o Brasil. O presidente  venezuelano, Nicolás Maduro, ordenou também um toque de recolher com as mesmas características na segunda-feira no município de Páez, na fronteira com a Colômbia ao oeste do país. A medida entrará em vigor das 16h às 22h.

A Venezuela vive sob estrita quarentena, como meio de poupar o sistema público de saúde, há anos em colapso. Embora os números oficiais sejam questionáveis, o país confirma 749 casos de contaminação e dez mortes. Durante o fim de semana, houve uma escalada de contágios, e na terça-feira foram diagnosticados 131 novos casos, o maior número em um dia, informou o governo.

  •  

    Na Colômbia há 16.935 casos e 613 mortes. Mas o Brasil, epicentro da doença na América Latina e terceiro país com maior número de contaminados do mundo,há 271.885 infectados e 17.983 mortos. 

    Do número total de infecções na Venezuela, “quase 60% são casos de outros países”, afirmou Rodríguez. Ele destacou que os refugiados retornados devem “previamente” concluir uma quarentena de 14 dias na fronteira antes de se mudarem para suas residências de origem.

    (Com AFP)

    Continua após a publicidade
    Publicidade