Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Velho é o vento e ainda sopra’, diz Chávez antes de completar 58 anos

Caracas, 18 jul (EFE).- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, lembrou nesta quarta-feira que completará 58 anos em breve e afirmou que ‘velho é o vento e ainda sopra’, em resposta ao seu principal adversários nas eleições de outubro, Henrique Capriles, que o chamou de ‘decrépito’.

‘Diz ele que é o novo, que é um chocolate doce. Ai papai! Diz que o Chávez é um velho decrépito. Compadre, velho é o vento e ainda sopra. Não se equivoque com este velho’, disse o governante durante um comício eleitoral no estado de Guárico.

O ‘majunche’ (palavra que na Venezuela significa coisa de pouco valor), como Chávez chama Capriles, apresenta-se para o país ‘como o candidato do futuro e do novo’, acrescentou o presidente.

‘Que novo você vai ser ser, ‘majunche’? Você é dez vezes mais velho do que Chávez. Chávez é o novo, Chávez é a mudança, Chávez é o futuro’, exclamou o governante diante de milhares de seus seguidores.

O presidente e Capriles disputarão as eleições de 7 de outubro com outros cinco candidatos sem possibilidades, segundo as pesquisas.

Capriles ‘inclusive anda se valendo da doença que me surpreendeu, uma doença, quem pode negar, é muito perigosa, mas uma doença que eu, apegado a Cristo, tenho certeza que se foi para sempre deste corpo’, acrescentou.

O governante anunciou em 10 de setembro de 2011 que tinha derrotado o câncer, mas em fevereiro deste ano teve que passar novamente pela sala de cirurgia por uma recorrência da doença e depois se submeteu a sessões de radioterapia e quimioterapia. EFE