Veículo usado pelo terrorista tinha autorização para entrar na fábrica

Ainda não se sabe se Yassin Salhi, o terrorista detido, era funcionário da empresa atacada

Por Da Redação - 26 jun 2015, 09h46

O veículo utilizado pelo terrorista que atacou a fábrica da Air Products, em Saint-Quentin-Fallavier, era autorizado para entrar na empresa e, por isso, não levantou suspeita, informou o governador do departamento de Isère, Jean-Paul Bonnetain. Isère, no sudeste do país, é o departamento em que fica a pequena cidade de Saint-Quentin-Fallavier, que tem menos de 6.000 habitantes.

Em declarações a um grupo de jornalistas, o Bonnetain explicou que o veículo “não precisou entrar de surpresa” na fábrica, já que contava com a permissão necessária. Questionado, o governador não soube responder se Yassin Salhi, o terrorista detido por um bombeiro, era funcionário da empresa atacada.

Leia também

Polícia identifica autor do ataque; ele era conhecido por sua radicalização

Publicidade

Homem decapitado é encontrado em ataque terrorista na França

Hollande deixa reunião da UE em Bruxelas para voltar à França

A fábrica Air Products foi alvo de um ataque terrorista na manhã desta sexta-feira. Segundo as informações preliminares, dois indivíduos entraram na empresa com uma bandeira islamita e detonaram vários cilindros de gás. Os agentes também encontram um corpo decapitado ainda não identificado no local do ataque. As explosões deixaram pelo menos duas pessoas feridas. Não há informações se o outro suspeito é um dos feridos ou se ele fugiu do local.

(Da redação)

Publicidade