Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vala comum é encontrada no leste da Líbia com 160 corpos

Ben Jawad foi a principal frente de guerra da revolta que derrubou o regime líbio

Entenda o caso

  1. • A revolta teve início no dia 15 de fevereiro, quando 2.000 pessoas organizaram um protesto em Bengasi, cidade que viria a se tornar reduto da oposição.
  2. • No dia 27 de março, a Otan passa a controlar as operações no país, servindo de apoio às tropas insurgentes no confronto com as forças de segurança do ditador, que está no poder há 42 anos.
  3. • Após conquistar outras cidades estratégicas, de leste a oeste do país, os rebeldes conseguem tomar Trípoli, em 21 de agosto, e, dois dias depois, festejam a invasão ao quartel-general de Kadafi.
  4. • A caçada pelo coronel terminou em 20 de outubro, quando ele foi morto por rebeldes em sua cidade-natal, Sirte. Um mês depois, seu filho e herdeiro político Saif al Islam foi capturado durante tentativa de fuga.

Leia mais no Tema ‘Confrontos na Líbia’

As autoridades da Líbia encontraram nesta segunda-feira uma vala comum com 160 corpos em Ben Jawad, localidade no leste do país que foi por meses a principal frente de guerra durante o movimento que derrubou o regime líbio. Segundo afirmaram fontes do Ministério da Saúde, até o momento foram desenterrados mais de 100 corpos, aparentemente todos eles rebeldes de Bengasi que tinham sido dados por desaparecidos.

As fontes também contaram que a localização da vala foi possível graças à confissão de um combatente das forças de Muamar Kadafi que estava detido. Ben Jawad, situada a 515 quilômetros ao leste de Trípoli e 415 de Bengasi, era a capital rebelde durante a revolta armada que começou em fevereiro de 2011 e acabou em 20 de outubro e foi tomada e perdida em várias ocasiões pelos milicianos.

Nos últimos meses do conflito armado, Ben Jawad se tornou na principal frente oriental. Nesta região as tropas de Kadafi conseguiram impedir o avanço rebelde em direção a Sirte, cidade natal de Kadafi e o último bastião do regime a sucumbir aos ataques das forças revolucionárias.

(Com agência EFE)