Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Universidade de Duke retira estátua confederada após vandalismo

Símbolos da confederação tornaram-se foco de discussões após violentos protestos na Virgínia depois da remoção uma estátua de Lee de um parque

A Universidade de Duke retirou uma estátua do general confederado da entrada de uma capela, no campus de Durham, na Carolina do Norte neste sábado. Medida acontece um dia depois de ela ter sido vandalizada.

A decisão de retirar a estátua foi tomada depois de discussões entre estudantes, professores, funcionários e ex-alunos em relação à segurança do campus, disse o presidente da universidade, Vincent E. Price, em comunicado.

 

“Eu tomei essa decisão para proteger a capela de Duke, para garantir a segurança vital dos estudantes e da comunidade que reza aqui e, acima de tudo, para expressar os profundos valores da nossa universidade”, disse Price.

A universidade renomada preservará a estátua de Lee, que liderou as forças da Confederação na Guerra Civil Americana entre 1861 e 1865, e a usará como ferramente didática para os alunos estudarem o “passado complexo de Duke”, acrescentou Price.

A Confederação, representando 11 estados do Sul, rachou com a União em grande parte para preservar a escravidão.

Símbolos da Confederação tornaram-se foco de discussões desde o último fim de semana, quando nacionalistas brancos, bravos com a remoção de uma estátua de Lee de um parque em Charlottesville, Virginia, entraram em violentos protestos nos quais uma contra-manifestante foi morta.

(Com Reuters)