Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Um quarto dos americanos pegaria em armas contra o governo, diz pesquisa

Levantamento revela que maioria dos eleitores dos EUA concorda que o governo é 'corrupto e manipulado'

Por Da Redação 30 jun 2022, 17h34

Uma pesquisa do Instituto de Política da Universidade de Chicago divulgada nesta quinta-feira, 30, revelou que 28% dos residentes dos Estados Unidos desconfiam tanto do governo que seriam capazes de pegar em armas contra ele. Dos insatisfeitos, 37% tinham armas em suas casas.

+ Deputada republicana: ‘Jesus morreu porque não tinha fuzis suficientes’

O levantamento entrevistou, em maio, 1000 eleitores nos EUA e 49% disseram se sentir cada vez mais “um estranhos em seu próprio país”. Esses mesmos participantes concordaram que o governo é “corrupto e manipulado” contra cidadãos comuns.

Os dados sugerem que a polarização extrema na política dos EUA – e seu impacto nas relações dos estadunidenses entre si – permanecem fortes. Essas estatísticas são publicadas no momento em que o Congresso está realizando audiências públicas sobre a insurreição de 6 de janeiro de 2021. No episódio, apoiadores do ex-presidente Donald Trump invadiram o Capitólio, centro legislativo do país, alegando que o pleito que elegeu Joe Biden, em 2020, foi fraudado.

+ Investigação aponta indícios de fraude na campanha eleitoral de Trump

Apesar disso, 56% dos participantes da pesquisa disseram confiar que as eleições são conduzidas de forma justa. Os dados sugerem, contudo, que a orientação partidária é um fator decisivo na opinião pública.

Continua após a publicidade

“Embora tenhamos documentado por anos a polarização partidária no país, esses resultados da pesquisa são talvez a evidência mais clara das profundas divisões nas atitudes partidárias que se espalham pelo país”, disse o pesquisador Neil Newhouse, que conduziu a pesquisa.

+ Trump sabia que invasores armados iam para o Capitólio, diz assessora

Quase 80% dos democratas expressaram confiança geral nas eleições, mas esse número caiu para 51% entre os que se declararam “eleitores independentes” e apenas 33% dos eleitores do Partido Republicano, ao qual Trump é afiliado.

Entre os que se afirmaram dispostos a utilizar armamentos contra o governo, um terço eram republicanos, 20% eram democratas e 35% sem partido definido.

A pesquisa também revelou que quase metade dos entrevistados evita conversas sobre política com desconhecidos e um quarto afirmou ter se distanciado de parentes e amigos por conta desses assuntos.

+ Para tentar reverter derrota, democratas escancaram os pecados de Trump

Os participantes manifestaram sentimentos negativos em relação à pessoas com orientações políticas opostas. Cerca de 73% dos autoproclamados republicanos afirmaram que “os democratas são valentões que querem impor suas crenças sobre os outros”. Uma porcentagem quase idêntica de democratas (74%) expressa essa mesma visão dos adversários republicanos.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)