Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

‘Um impasse não é uma opção’, diz Zelensky sobre a guerra na Ucrânia

Com moral renovada por apoio internacional e armas potentes, Volodymyr Zelensky volta a afirmar que Ucrânia quer se juntar à Otan e não cederá território

Por Da Redação Atualizado em 7 jun 2022, 09h49 - Publicado em 7 jun 2022, 09h41

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse nesta terça-feira, 7, que não está disposto a fazer concessões à Rússia para dar um fim à guerra. Ele insistiu que “o impasse não é uma opção” ao falar sobre a possibilidade de seu país ingressar na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e declarou que a Ucrânia não cederá nenhum território.

Em pronunciamento durante uma videoconferência organizada pelo jornal Financial Times, o presidente ucraniano disse que seu país já havia perdido “pessoas demais para simplesmente ceder nosso território”, acrescentando que a Ucrânia precisa alcançar “controle total de todo o nosso território”.

Zelensky também afirmou que a aliança militar da Otan deve receber a Ucrânia, acrescentando que “não há necessidade de perder tempo discutindo sua adesão”.

A Rússia há muito se opõe à ideia da Ucrânia se juntar à Otan. Ele acredita que a aliança militar está invadindo sua área de influência política ao aceitar novos membros da Europa Oriental – e a adesão da Ucrânia traria a Otan para sua porta.

Quando ainda havia recorrentes negociações de paz entre os dois países, o presidente ucraniano havia dito que aceitaria que seu país não pudesse aderir à aliança, dizendo: “Está claro que a Ucrânia não é membro da Otan. Entendemos isso”.

No entanto, após mais de três meses de resistência ucraniana – e de mais armas e aliados –, a confiança do líder do país parece renovada. Suas declarações encontraram eco na voz do primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, a quem Zelensky parabenizou na segunda-feira 6 por ter sobrevivido a um voto de desconfiança no Parlamento britânico.

Continua após a publicidade

Em uma reunião com ministros do seu gabinete, o porta-voz de Johnson informou que ele acha que a Ucrânia não deveria ser forçada a aceitar um “mau acordo” de paz, porque eles não duram.

“[Boris Johnson] disse que o mundo deve evitar qualquer resultado em que a agressão injustificada de Putin pareça ter valido a pena”, disse o porta-voz.

Com nenhum dos lados dispostos a ceder, a guerra se arrasta (e se intensifica) na região industrial de Donbas. Zelensky afirmou nesta terça-feira, 7, que as cidades de Sievierodonetsk e Lysychansk, no leste da Ucrânia, foram praticamente destruídas.

+ Ucrânia intensifica resistência em Sievierodonetsk para proteger Donbas

“São cidades mortas”, disse o presidente ucraniano.

Na segunda-feira 6, foi confirmado que a Rússia perdeu outro comandante de alto escalão. A mídia estatal russa disse que o major-general Roman Kutuzov foi morto liderando um ataque a uma vila ucraniana. A Ucrânia agora afirma ter matado doze generais russos – número sem precedentes na guerra moderna.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)