Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Ultradireita ganha espaço no parlamento após eleições na Andaluzia

O Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) conquistou mais cadeiras, mas o número é insuficiente para superar uma possível coalizão direitista na região

Por Da Redação Atualizado em 2 dez 2018, 22h15 - Publicado em 2 dez 2018, 22h02

O Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) venceu neste domingo as eleições da Andaluzia, mas, apesar do triunfo, os resultados foram decepcionantes para o partido do presidente do governo do país, Pedro Sánchez, que viu a extrema direita ganhar espaço no parlamento regional. O PSOE obteve 33 cadeiras no parlamento, número insuficiente para superar uma possível coalizão direitista na região, controlada pelo partido há 36 anos.

  • As cadeiras conquistadas por partidos de centro, de direita e de extrema direita chegam a 59, de um total de 109, com destaque para o VOX, legenda radical que ganhou força recentemente no país, que conseguiu eleger 12 deputados. Depois do PSOE, os resultados mostram o Partido Popular (PP), do ex-presidente de governo Mariano Rajoy, no segundo lugar, com 26 cadeiras. Na sequência vem o Ciudadanos, com 21, e a coalizão esquerdista Adiante, com 17.

    Em relação às eleições regionais de 2015, o PSOE perdeu 14 cadeiras, o PP sete e o Adiante três. O Ciudadanos, assim como o VOX, foi o grande destaque do pleito, conquistando 12 vagas a mais no parlamento da Andaluzia do que há três anos.

    (Com EFE)

    Continua após a publicidade
    Publicidade