Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

UE suspende investigação sobre espionagem financeira feita pelos EUA

Parlamentares europeus queriam bloquear acesso dos EUA à base de dados

Por Da Redação 27 nov 2013, 11h47

A Comissão Europeia suspendeu oficialmente nesta quarta-feira uma investigação sobre indícios de que os Estados Unidos usaram uma base conjunta de dados financeiros para bisbilhotar a União Europeia (UE).

A UE compartilha com o Tesouro dos EUA informações do banco de dados Swift, que troca e armazena milhões de mensagens sobre operações financeiras em todo o mundo todos os dias, mas apenas de forma limitada, para ajudar a interceptar possíveis ameaças terroristas. No mês passado, Guy Verhofstadt, membro do Parlamento Europeu, disse que a Europa precisava de “transparência total” por causa da espionagem da Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA, na sigla em inglês).

Leia também

Eu espiono, tu espionas, nós espionamos…

Agências europeias trabalharam em conjunto para espionar

O acordo de cooperação para acompanhamento de transações financeiras internacionais feito entre o governo dos EUA e a União Europeia veio na esteira das negociações sobre segurança que se seguiram após os atentados de 11 de setembro de 2001.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade