Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

UE parabeniza Obama e defende cooperação entre países

Autoridades do grupo destacaram os EUA como 'sócio estratégico fundamental'

Por Da Redação 7 nov 2012, 08h23

O presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, e o da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, parabenizaram nesta quarta-feira o presidente americano Barack Obama por sua reeleição e ressaltaram que vão continuar colaborando em busca da retomada do crescimento e da criação de empregos. “Temos o prazer de estender nossas calorosas felicitações ao presidente Obama por sua reeleição como presidente dos Estados Unidos da América”, destacaram Barroso e Van Rompuy em um comunicado conjunto.

Leia também:

Eleição americana é evento político mais tuitado da história

Voto hispânico tem peso importante para a vitória de Obama

Obama: ‘Não somos tão divididos quanto a política sugere’

Romney reconhece a derrota: ‘A nação escolheu outro líder’

Continua após a publicidade

Ambos concordaram ao dizer que os Estados Unidos são um “sócio estratégico fundamental” para a UE, exaltando que esperam manter a cooperação estabelecida com Obama ao longo dos últimos quatro anos e reforçar os laços bilaterais para enfrentar os desafios globais, incluindo os âmbitos de segurança e economia. “A busca por crescimento e empregos continua sendo uma prioridade tanto para os EUA quanto para a UE e, por isso, seguiremos trabalhando com o presidente Obama para desbloquear um potencial sem precedentes do mercado transatlântico”, sublinharam. Além disso, afirmaram que também vão dar continuidade à cooperação em matéria de política externa.

Em outro comunicado, o presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, destacou que a UE e os Estados Unidos compartilham inúmeros “valores comuns”, como a democracia, o respeito ao direito internacional, o estado de direito e os direitos humanos. Segundo Schulz, as duas potências devem trabalhar juntas para promover a paz, consolidar a democracia, lutar contra o terrorismo e a mudança climática, além reforçar o desenvolvimento sustentável, a segurança energética e seguir garantindo o livre-comércio e a governança multilateral.

Apoio mundial – Vários líderes mundiais, como o presidente francês François Hollande, a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente chinês Hu Jintao, também felicitaram nesta quarta-feira o presidente Obama por sua vitória. Hollande saudou a “eleição clara” dos americanos por um país “aberto e solidário, plenamente comprometido no cenário internacional”. A chanceler Merkel elogiou a cooperação EUA-Alemanha para tentar superar a crise econômica global.

Na China, Hu Jintao e o primeiro-ministro Wen Jiabao enviaram uma mensagem de felicitações ao presidente americano, assim como o vice-presidente Xi Jinping, que deve assumir a liderança do Partido Comunista e a presidência chinesa nos próximos dias. No Oriente Médio, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, comentaram a vitória do democrata. Netanyahu afirmou que a aliança estratégica entre Israel e EUA está mais forte que nunca, enquanto Abbas pediu que Obama mantenha os esforços a favor do processo de paz.

Brasil – A presidente Dilma Rousseff também parabenizou seu homólogo pela reeleição. “Aproveito a oportunidade para cumprimentar o povo americano e o presidente Obama pela sua eleição”, disse, durante a abertura da 15ª Conferência Internacional Anticorrupção (IACC), em Brasília.

(Com agências EFE e France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade