Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Ucrânia já conta 101 mortos por onda de frio

Por Da Redação 3 fev 2012, 06h12

(Atualiza com declarações do primeiro-ministro).

Kiev, 3 fev (EFE).- A onda de frio polar que castiga a Europa Oriental já deixou 101 vitimas fatais na Ucrânia, informou nesta sexta-feira o Ministério da Emergência do país.

Deste total, 64 morreram nas ruas, 26 em suas casas e 11 em hospitais, precisou o Ministério, que contabiliza as vítimas desde a sexta-feira da semana passada.

Apenas nas últimas 24 horas, 38 pessoas faleceram por hipotermia.

Na manhã de hoje, as autoridades haviam disponibilizado cerca de três mil espaços com calefação para que os cidadãos possam fugir do frio.

‘Estamos em uma situação difícil. As pessoas estão passando mal’, declarou hoje à imprensa o primeiro-ministro ucraniano, Nikolai Azarov.

Continua após a publicidade

O premiê explicou que as condições climáticas atuais obrigaram o país a aumentar seu consumo de gás natural e eletricidade.

‘Em só três dias queimamos 1 bilhão de metros cúbicos de gás. Nunca havíamos tido essa despesa colossal’, detalhou Azarov.

As regiões mais afetadas pela onda polar são nesta sexta-feira as da parte ocidental da Ucrânia, junto à fronteira com a Polônia, onde a temperatura mínima durante a madrugada foi de 29 graus negativos.

Na capital ucraniana, no centro do país, a menor temperatura foi de 28 graus abaixo de zero.

Diante da gravidade da situação, o Ministério da Saúde proibiu os hospitais de darem alta aos pacientes ‘sem-teto’ enquanto as condições climáticas permanecerem desta forma.

Segundo as previsões, a onda de frio se manterá até amanhã, quando as temperaturas subirão a até 10 graus negativos, o que é mais comum para esta época do ano. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade