Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Twitter deve ceder dados de pessoas ligadas ao WikiLeaks

Três usuários dos microblogs já disseram que vão apelar da decisão da Justiça

Por Da Redação 11 mar 2011, 21h12

Promotores americanos que atuam nas investigações do WikiLeaks poderão pedir que o Twitter forneça dados das conta de seus usuários que tenham algum vínculo com as apurações. A decisão foi tomada, nesta sexta-feira, por uma juíza federal dos Estados Unidos. O site de denúncias, fundado pelo australiano Julian Assange, é responsável por divulgar milhares de documentos diplomáticos dos EUA.

A lei federal permite que os promotores obtenham dados eletrônicos sem um mandado de busca. Três dos usuários que são investigados pelo governo pediram que a juíza reverta a ordem.

Eles afirmam que o governo está abusando da legislação de uma forma que fere as proteções legais da liberdade de discurso e de associação. Os advogados desses usuários disseram que apelarão da decisão.

O WikiLeaks causou a fúria do governo dos EUA após a divulgação de milhares de documentos diplomáticos secretos do país e informações sobre as guerras do Afeganistão e do Iraque. Os promotores americano planejam processar o WikiLeaks por espionagem.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade