Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Tuíte de Obama sobre Charlottesville é o mais curtido da história

Obama utilizou trechos de uma entrevista de Nelson Mandela sobre racismo

Por Katia Perin Atualizado em 16 ago 2017, 18h27 - Publicado em 16 ago 2017, 07h56

Um tuíte do ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama sobre a violência racista do último sábado em Charlottesville, na Virgínia, se converteu na noite desta terça-feira na mensagem com mais curtidas da história do Twitter. A postagem de Obama, que utilizou trechos de uma entrevista de Nelson Mandela acompanhada de uma foto do ex-presidente americano com um grupo de crianças de várias etnias, alcançou 2,71 milhões de ‘curtidas’ (‘likes’) e superou assim uma mensagem que a cantora Ariana Grande publicou após o atentado em sua apresentação em Manchester, no Reino Unido, em maio deste ano, que tem 2,7 milhões de ‘curtidas’.

Os trechos da entrevista de Mandela, divididos em três tuítes, dizem: “Ninguém nasce odiando outra pessoa por causa da cor da sua pele, sua cultura ou sua religião. As pessoas precisam aprender a odiar, e se elas podem aprender a odiar, elas podem ser ensinadas a amar”.

  • O tuíte do ex-presidente americano também é um dos mais populares da história quanto aos compartilhamentos (‘retuítes’), mas, neste quesito, ainda está na quinta posição com 1,12 milhões.

    O tuíte com mais retuítes da história, com 3,65 milhões, é o de um adolescente que pedia ‘nuggets’ de frango de graça, seguido de uma ‘selfie’ da apresentadora e comediante Ellen DeGeneres durante a premiação do Oscar em 2014, com 3,44 milhões.

    (com agência EFE)

    Continua após a publicidade
    Publicidade