Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Túmulo de Arafat aberto para investigação sobre sua morte

Autoridades francesas vão determinar se ex-líder palestino foi assassinado

Funcionários palestinos começaram a abrir nesta terça-feira o túmulo do ex-dirigente palestino Yasser Arafat com o objetivo de obter elementos para a investigação sobre as causas de sua morte, informou uma fonte ligada à família. O mausoléu de Arafat estava oculto por grandes toldos, assim como a entrada da Muqata, a sede da presidência da Autoridade Palestina.

Leia mais:

Leia mais: Palestinos pedem investigação sobre a morte de Arafat

“Hoje começaram a tirar o cimento e as pedras do mausoléu de Arafat. O trabalho continuará durante pelo menos 15 dias”, disse uma fonte que pediu anonimato. “As operações continuarão até chegar à camada de terra que cobre o corpo, que será removida na chegada dos juízes franceses, especialistas suíços e dos investigadores russos envolvidos”, completou. Saiba mais: França abre inquérito para investigar morte de Arafat O cadáver de Arafat deve ser exumado em 26 de novembro para que os juízes franceses responsáveis pela investigação sobre um possível assassinato e os especialistas suíços que detectaram quantidades anormais de polônio nos bens pessoais de Arafat retirem amostras. (Com agência France-Presse)