Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tufão de categoria 5 arrasa território dos EUA no Pacífico

Yutu é a tempestade mais forte já registrada a atingir as ilhas de Saipan e Tinian, as maiores do território americano

O tufão Yutu, de categoria 5, atingiu na noite desta quarta-feira (24) o território americano das Ilhas Marianas do Norte, no Oceano Pacífico, destruindo casas e cortando o fornecimento de energia e água para milhares de moradores.

A tempestade se fortaleceu pouco antes de atingir as ilhas, com ventos de 280 quilômetros por hora. Agora, o tufão segue para o noroeste, em direção às Filipinas e Taiwan.

Os tufões de categoria 5 são os mais fortes da escala utilizada para medir a força das tempestades, e têm ventos de mais de 249 km/h.

Yutu é a tempestade mais forte já registrada a atingir as ilhas de Saipan e Tinian, as maiores do território americano. As duas comunidades abrigam cerca de 55.00 pessoas.

As autoridades da Comunidade das Ilhas Marianas do Norte emitiram um alerta meteorológico na noite de quarta-feira, alertando os moradores de Saipan e Tinian que a tempestade “representa risco de vida para aqueles que vivem ao longo da costa”. Ondas de mais de 2 metros foram registradas durante a passagem do tufão.

Veja também

As operações de resgate e socorro já começaram, mas as autoridades locais alertaram que os esforços são prejudicados por condições climáticas ainda perigosas e pela destruição generalizada.

“Tinian foi devastada pelo tufão Yutu”, afirmou o governador da ilha, Joey Patrick San Nicolas, em um vídeo postado no Facebook. “Muitas casas foram destruídas e nossas estruturas mais críticas comprometidas. Não temos energia elétrica e água atualmente”, disse.

Várias áreas da ilha, que tem uma população de cerca de 3.500 habitantes, estão atualmente inacessíveis, e as autoridades ainda precisam concluir uma avaliação preliminar dos danos. Máquinas pesadas foram reservadas para a limpeza dos detritos das estradas.

Fotografias tiradas por moradores após a tempestade mostram total destruição. Em Saipan, as estradas estavam cheias de postes de energia e galhos de árvores caídos. Carros estacionados foram esmagados por escombros. Edifícios foram reduzidos a pilhas de madeira e concreto.

Uma moradora postou no Twitter as imagens de sua casa totalmente arrasada. “Minha família está atualmente sem teto e procurando por um lugar para ficar nas próximas noites”, escreveu Erica Fayesings.