Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump utiliza gramática de uma criança de 11 anos

Um estudo avaliou o desempenho gramatical e linguístico de todos os pré-candidatos da corrida presidencial dos Estados Unidos

Uma análise desenvolvida por professores universitários americanos avaliou que o pré-candidato republicano Donald Trump utiliza gramática própria de crianças de 11 anos ou menos em seus discursos. O estudo intitulado “Análise da Legibilidade dos Discursos da Campanha Presidencial 2016 dos EUA” foi desenvolvido pelos professores Maxine Eskenazi e Elliot Schumacher, da Universidade Carnegie Mellon, na Pensilvânia.

A pesquisa também avaliou os outros pré-candidatos e concluiu que os republicanos Marco Rubio e Ted Cruz usam vocabulário mais sofisticado que Trump, semelhante ao de estudantes de idades entre 13 e 16 anos, mas também pecam na gramática, equivalente à de jovens entre 11 e 14 anos.

Leia também:

Trump alerta para tumultos se republicanos não confirmarem indicação

Hillary e Trump vencem primárias na Flórida

Imprensa estatal chinesa critica Trump e aponta riscos de ‘um presidente racista’

O uso da gramática dos democratas Hillary Clinton e Bernie Sanders também foi avaliado como semelhante ao de estudantes de 11 a 14 anos. Contudo, o vocabulário do senador do estado de Vermont foi apontado como o mais sofisticado entre todos os pré-candidatos de 2016.

Uma comparação com antigos presidentes americanos mostrou que George W. Bush foi o chefe de Estado com pior uso da gramática, mas exibia um vocabulário tão sofisticado quanto o de Barack Obama, considerado um excelente orador. Abraham Lincoln foi avaliado como o presidente com uso mais avançado da linguagem. A campanha utilizou transcrições de diversos discursos das campanhas dos candidatos e analisou a estrutura sintática e vocabular dos textos.

(Da redação)