Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump usou brechas “legalmente duvidosas” para não pagar impostos

Os próprios assessores do magnata o alertaram dos problemas que ele poderia enfrentar se houvesse uma auditoria da Receita Federal americana

O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, usou manobras “legalmente questionáveis” para fugir dos impostos ao não declarar milhões de dólares de receitas, informa nesta segunda-feira o jornal The New York Times. De acordo com o periódico, o magnata forçou, em 1990, para que parte de seus credores perdoassem o que ele lhes devia após declarar falência de seus três cassinos em Atlantic City, no Estado de Nova Jersey.

O Serviço de Impostos Internos (IRS, sigla em inglês, equivalente à Receita Federal) dos EUA, a agência encarregada da arrecadação tributária, considera isso como uma dívida perdoada, por isso Trump deveria ter declarado essas centenas de milhões de dólares. No entanto, o magnata trocou essa dívida por ações corporativas de seu império quebrado, uma manobra que, no papel era legal, mas que seus assessores teriam desaconselhado já que o valor dos títulos era inferior ao nominal.

Leia também
Americanos poderão assistir à apuração eleitoral nos cinemas
Relembre as declarações mais ofensivas de Donald Trump
EUA: Vantagem de Hillary sobre Trump diminui a 8 dias da eleição

Esses mesmos assessores, alertaram então, dos problemas que podia enfrentar se tivesse uma auditoria do IRS. O jornal calculou que Trump deixou de pagar dezenas de milhões de dólares em impostos com essa manobra, embora o número real seja desconhecido, já que o magnata não publicou suas declarações, desrespeitando uma tradição entre os candidatos que postulam a Casa Branca.

Especialistas em contabilidade consultados pelo jornal questionaram a legalidade da manobra de Trump, que segundo eles “não utilizou uma brecha” do sistema, mas “a levou além”. Em 2004, o Congresso americano eliminou a regra onde podia trocar a dívida por ações corporativas.

Especial: As propostas dos candidatos

Uma porta-voz da campanha de Trump, Hope Hicks, afirmou que a informação contida no artigo é, um tanto um “mal-entendido” por parte do jornal, ou uma “má interpretação intencional da lei”. Semanas atrás, o jornal publicou que Trump conseguiu evitar o pagamento de impostos federais durante duas décadas após apresentar uma declaração em 1995 com 916 milhões de dólares em perdas.

(Com agência EFE)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Felipe Atoline

    Se o congresso americano eliminou a regra em 2004 fica bem claro que ela existia antes disso. Isso é notícia mesmo?

    Curtir

  2. Sandro Silva

    Veja tentando influenciar nas eleições dos EUA. Não conseguiram nem mesmo no Rio.

    Curtir

  3. Fox News vem ai!

    Curtir