Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump recebe nova carta de Kim Jong-un

Líderes parecem não ter alcançado progresso em negociações sobre o fim do programa nuclear norte-coreano após encontro de Singapura

A Casa Branca informou nesta quinta-feira (2, que o presidente Donald Trump recebeu uma nova carta do ditador norte-coreano, Kim Jong-un. Detalhes sobre o conteúdo da mensagem, contudo, não foram revelados.

Atualmente, há poucas evidências de que os dois líderes tenham progredido em suas negociações para alcançar a desnuclearização da Península Coreana. Porém, a Casa Branca disse que a carta é um desdobramento da reunião entre os dois em 12 de junho, em Singapura.

“Uma carta do dirigente Kim para o presidente Trump foi recebida em 1º de agosto”, anunciou a secretária de Imprensa, Sarah Sanders.

“A correspondência em curso entre os dois líderes tem como objetivo dar prosseguimento a seu encontro em Singapura e avançar os compromissos na declaração conjunta EUA-RPDC”, completou.

Trump se referiu à carta em um tuíte na noite de ontem. Ele agradeceu Kim pelo retorno dos restos mortais de soldados americanos mortos na Guerra da Coreia, que chegaram ao Havaí na quarta-feira.

“Obrigado dirigente Kim Jong-un por manter sua palavra e começar o processo de enviar de volta para casa os restos dos nossos grandes e amados caídos desaparecidos! Eu não estou nem um pouco surpreso que você tenha tomado essa ação gentil”, tuitou Trump.

“E também obrigado por sua gentil carta – estou ansioso para vê-lo de novo em breve!”, completou.

Segundo o jornal The Washington Post, as agências de inteligência americana obtiveram imagens de satélite que indicam que o  governo de Kim Jong-un trabalha em um ou dois mísseis balísticos intercontinentais (ICBM) em uma instalação de pesquisa em Sanumdong, nos arredores de Pyongyang. Segundo o jornal, os mísseis são capazes de atingir cidades americanas.

(Com AFP)