Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump quer cancelar ordem para fabricar novo Air Force One

O presidente eleito dos Estados Unidos afirmou que os custos do projeto estão "fora de controle"

O presidente eleito dos EUA, Donald Trump, anunciou nesta terça-feira que pretende cancelar um contrato com Boeing para fabricar um novo modelo do avião presidencial conhecido como Air Force One. Segundo o bilionário, os custos do projeto do futuro avião presidencial americano estão “totalmente fora de controle”, afirmou nesta terça-feira.

“A Boeing está construindo um Air Force One com um modelo 747 totalmente novo para os futuros presidentes, mas os custos estão fora de controle, mais de US$ 4 bilhões. Cancelem a encomenda!”, tuitou Trump.

“Eu acho que a Boeing está forçando um poucos os números. Queremos que a Boeing ganhe muito dinheiro, mas não tanto dinheiro”, disse horas depois o presidente eleito a jornalistas, acrescentando que o valor é “ridículo”.

Trump não esclareceu a origem da informação sobre o valor do contrato, que alega ser 4 bilhões de dólares. À rede CNN, uma fonte na empresa, familiar com o contrato com o governo americano, informou que nem a Boeing pode estimar o valor do programa, pois o Pentágono ainda não definiu a relação de instalações necessárias, como dispositivos especiais de segurança, para transformar a aeronave no Air Force One.

Boeing 747

 

A Boeing serve os presidentes dos EUA com seus modelos 747 do Air Force One há mais de meio século. Agora, a ideia é que o modelo 747-8 substitua o 747-200 que está atualmente em serviço. A presidência dos EUA dispõe atualmente de duas unidades do 747-200, e o programa prevê a substituição por outras duas unidades do 747-8.

O governo não informou se os contratos que foram assinados para a fabricação do novo avião presidencial estabelecem penalidades caso que a ordem seja cancelada.

O novo modelo, entre outras vantagens, tem uma autonomia de voo de 1.600 quilômetros a mais que o 747-200, e seu tamanho é de 76 metros de comprimento, frente aos 70 metros do modelo atual.

As ações da Boeing tiveram uma leve queda após a declaração do presidente eleito.

(Com EFE)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Micky Oliver

    TEMOS NOSSOS LINEAGE 1000 DA EMBRAER SE QUISER, TRUMP! 😉

    Curtir

  2. Ataíde Jorge de Oliveira

    MaNo_TRUMP : Podemos ceder — sem ônus! — os nossos bravos Sucatinha & SUCATãO. Ou, melhor ainda! — por que não os 3 ( três ) BAE_AVRO da gloriosa LaMiA ociosos lá na Pátria-MãE_BoLívia?

    Curtir

  3. marcos mouta

    Pelas zerdas que ele já fez….mesmo antes de ser empossado esse maluco não merece nem um paulistinha!

    Curtir