Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Trump Jr. organizou reunião com advogada russa em 2016

Filho do presidente americano coordenou encontro entre membros da equipe de campanha do então candidato republicano e advogada ligada ao Kremlin

Por Da redação 8 jul 2017, 22h51

Donald Trump Jr., filho do presidente dos Estados Unidos, organizou uma reunião na Trump Tower em junho de 2016 entre membros da equipe de campanha do então candidato republicano e uma advogada russa que supostamente teria laços com o Kremlin. Os funcionários da campanha de Trump se encontraram com a advogada Natalia Veselnitskaya em nove de junho, cerca de um mês depois de Trump assegurar a nomeação de seu partido.

O encontro foi confirmado pelo próprio Trump Jr. e um advogado de Jared Kushner, genro e conselheiro do presidente, que também esteve presente na ocasião. O encontrou contou ainda com Paul Manafort, chefe da campanha de Trump, que renunciou ao cargo dois meses depois em meio a investigações sobre sua ligação com políticos pró-Rússia na Ucrânia.

A descoberta pode marcar um novo capítulo da controvérsia sobre a interferência russa na corrida eleitoral de 2016 nos Estados Unidos. Semanas atrás, o Senado concluiu que o presidente Vladimir Putin ordenou uma campanha para interferir no resultado das eleições norte-americanas. Anteriormente, um conselho especial foi criado pelo Departamento de Justiça para o caso.

Em um comunicado, Trump Jr. disse que o encontro com Veselnitskaya foi “uma reunião introdutória” que focou em um programa de adoção russa que foi interrompida pelo governo em Moscou. “Eu pedi a Jared e Paul para virem comigo”, afirmou o filho do presidente. “Discutimos principalmente o programa de adoção de crianças russas que era ativo e popular entre famílias norte-americanas anos atrás, mas que foi encerrado pelo governo russo”, completou.

Veselnitskaya tem feito campanha contra o a Lei de Magnitsky, que impõe sanções nos Estados Unidos contra cidadãos russos suspeitos de violações dos direitos humanos na Rússia. O encerramento dos programada de adoção de crianças por Putin é visto como uma retaliação à aprovação da lei americana. A advogada tem entre seus clientes empresas estatais russas, bem como familiares de importantes funcionários do governo e seu marido já foi vice-ministro dos Transportes da região de Moscou.

Trump Jr. afirmou que não sabia quem iria encontrar quando o encontro foi marcado. De acordo com o advogado de Kushner, a reunião já havia sido informada ao governo mamais cedo este ano, como parte das informações solicitadas nas investigações.

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)