Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump está desintegrando laços com a Europa, diz ministro alemão

Ministro das Relações Exteriores da Alemanha crê que as decisões de política externa americana são tomadas sem consideração pela posição europeia

As novas políticas implementadas pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, estão desintegrando os tradicionais laços entre os americanos e a União Europeia, advertiu o ministro das Relações Exteriores da AlemanhaSigmar Gabriel.

Para o ministro, os Estados Unidos tratam cada vez mais a Europa como concorrente global, ao invés de um parceiro. A arquitetura política transatlântica tradicional, instalada desde a Segunda Guerra Mundial, está começando a “desmoronar”, acrescentou Gabriel, durante o Fórum de Política Externa de Berlim. O evento precede um encontro de ministros da Otan, que começa na próxima terça-feira em Bruxelas.

Sigmar Gabriel citou a decisão de Trump de retirar os Estados Unidos do acordo climático de Paris, suas constantes críticas ao pacto nuclear internacional com o Irã e as sanções aprovadas pelo Congresso americano contra a Rússia, que poderiam prejudicar o fornecimento de energia e combustíveis para a Alemanha. “Se o acordo com os iranianos ruir, o risco de guerra e insegurança aumenta para a Europa”, alertou.

Veja também

Além disso, o ministro também mencionou as intenções americanas de transferir sua embaixada em Israel para a cidade de Jerusalém. A medida pode desequilibrar a ordem de forças no Oriente Médio e prejudicar o processo de paz entre israelenses e palestinos.

Para Gabriel, todas essas decisões da política externa americana foram tomadas pelo governo Trump sem consulta ou consideração pela posição europeia.

As relações entre os Estados Unidos e a Alemanha foram prejudicadas desde o início do mandato de Trump. O presidente americano descreveu a política de imigração e refugiados da chanceler Angela Merkel como um “erro catastrófico” e acusou o país de não pagar “dívidas” à Otan. O republicano também criticou em várias ocasiões o desequilíbrio comercial entre os alemães e os americanos.

Trump e seus assessores estabeleceram uma visão de que “o mundo não é mais uma comunidade global, mas uma arena e também um campo de batalha em que as nações, atores e empresas lutam por vantagens”, disse Gabriel. O ministro advertiu que a Alemanha não deveria aceitar a nova política americana de forma submissa.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Tolice (ou malandragem em excesso)! Esses laços começaram a desintegrar quando foi criada a União Europeia para fazer face à hegemonia americana após a desintegração da União Soviética. O afastamento dos EUA era questão de tempo.

    Curtir

  2. 97,13% Quer Lula Na Cana!
    Segundo Pesquisa Ibope

    Curtir