Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump enriqueceu mais no governo Obama do que em qualquer outro

Presidente caiu 222 posições no ranking de milionários da revista Forbes no último ano

O presidente americano Donald Trump ficou mais rico durante o governo de Barack Obama do que durante o mandato de qualquer outro líder dos Estados Unidos. De acordo a revista Forbes, que divulgou nesta terça-feira o ranking dos bilionários do mundo, Trump ganhou 2,9 bilhões de dólares (9,3 bilhões de reais) durante os oito anos em que Obama esteve no poder.

De 2017 para 2018, o atual presidente caiu 222 posições no ranking da revista, indo parar no 766º lugar entre os mais ricos do mundo. Até o momento, em seu primeiro ano de mandato, Trump perdeu 400 milhões de dólares, fazendo com que sua fortuna encolhesse de 3,5 bilhões de dólares (11,27 bilhões de reais) para 3,1 bilhões de dólares (9,98 bilhões de reais).

A revista comparou a fortuna do presidente sob o mandato de cada representante americano desde Ronald Reagan, que esteve no comando de 1981 a 1989. Em 1982, Donald Trump e seu pai, Fred, entraram para a primeira lista Forbes 400, que ranqueia os 400 mais ricos dos Estados Unidos. Na época, o patrimônio líquido combinado dos dois era de 200 milhões de dólares (644 milhões de reais).

Seis anos depois, a Forbes considerou Donald Trump bilionário pela primeira vez, constatando que ele tinha, sozinho, mais de um bilhão de dólares por si mesmo. Porém, durante o mandato de George H. W. Bush, Trump declarou falência corporativa duas vezes e seu patrimônio líquido pessoal ficou abaixo de zero, relatou a revista.

O futuro presidente só recuperou sua fortuna – e o lugar no ranking dos mais ricos – durante o governo Bill Clinton, acumulando 1,7 bilhão. Nos anos seguintes, quando George W. Bush assumiu o cargo, Trump juntou mais 1,3 bilhão de dólares e terminou 2008 na marca dos 3 bilhões de dólares.

Mas foi quando Obama entrou na Casa Branca que a fortuna de Trump decolou – e tudo isso graças ao fato de que a economia entrou em ruínas em 2009. Em apenas um ano, o atual presidente viu seu patrimônio despencar para 1,6 bilhão de dólares, o menor valor desde 1999. Mas, em 2016, oito meses antes de ser eleito presidente, a fortuna de Trump já havia explodido para 4,5 bilhões de dólares – maior montante de sua vida – graças à recuperação econômica.

Agora que ele assumiu o mandato, no entanto, os números voltaram a cair. O mercado de imóveis em Nova York, o coração do império de Trump, começou a perder dinheiro quando a Amazon e outros sites de comércio eletrônico passaram a atrair os clientes das imobiliárias físicas.

Ao mesmo tempo, a personalidade controversa do presidente começou a afastar alguns clientes de seus negócios. Os lucros de vários dos clubes de golfe de Trump diminuíram e muitos investidores desfizeram negócios com suas empresas.

Mas Trump ainda está no início de sua Presidência e as coisas podem mudar. Grupos favoráveis ao presidente estão começando a frequentar e investir mais em seus campos de golfe. Além disso, governantes estrangeiros e republicanos tem pagado caro para se hospedar no Trump International Hotel, em Washington D.C., que gerou 2 milhões de dólares (6,4 milhões de reais) em lucro nos primeiros quatro meses de 2017.