Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump e Macron citam ‘avanços’ em negociações no G7

Cúpula é dominada pelo risco de guerra comercial entre os EUA e seus aliados, provocado pelas medidas protecionistas da Casa Branca

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o da França, Emmanuel Macron, constataram avanços nas negociações nesta sexta-feira (8) na reunião dos mandatários do Grupo dos Sete (G7), no Canadá.

Trump disse ter avançado em assuntos comerciais com o Canadá em uma reunião com o primeiro-ministro Justin Trudeau à margem da cúpula.

“Justin aceitou eliminar todas as tarifas e barreiras comerciais”, brincou um sorridente Trump ao se sentar, diante da imprensa, com Trudeau – a quem tinha criticado horas antes.

“Conseguimos muitos avanços hoje”, disse mais seriamente, afirmando que as relações bilaterais nunca foram melhores.

“Pode ser que o Nafta tenha um formato diferente”, acrescentou o americano referindo-se ao Acordo de Livre-Comércio da América do Norte, que reúne os dois países e o México. Mas ele previu “algo muito benéfico” para ambas as nações.

Na coletiva ao lado de Trudeau, Trump deu um sinal de boa vontade ao antecipar que os líderes do G7 podem emitir um comunicado conjunto ao fim da reunião.

Macron também apontou que “as coisas estão avançando no G7”.

“Nós tivemos uma primeira discussão, um começo de negociações sobre assuntos atuais, como o comércio, mas que permitiram resolver, acho, muitos mal-entendidos. Então, há uma vontade de trabalhar, de avançar juntos”, declarou o presidente francês.