Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Trump diz que venceria ex-aliado Ron DeSantis em disputa eleitoral

O governador da Flórida sobe nas pesquisas e é cotado para representar o Partido Republicano na disputa presidencial em 2024, ameaçando Trump

Por Da Redação Atualizado em 21 jun 2022, 13h57 - Publicado em 21 jun 2022, 13h44

O romance político entre o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o governador da Flórida, Ron DeSantis, parece estar minguando. O cenário mais provável para as próximas eleições presidenciais, em 2024, é que os dois republicanos de extrema direita se enfrentem pela indicação do Partido Democrata, e Trump passou a menosprezar o ex-aliado, declarando: “Acho que venceria”.

A popularidade de DeSantis entre a base republicana cresce em todo o país, graças em parte às suas regulares aparições no canal Fox News e à sua combativa retórica reacionária. Sua ascensão nas pesquisas e sua recusa em descartar a possível candidatura à presidência claramente irritaram Trump, que, fiel à forma, iniciou uma ofensiva ao assumir o crédito pelo sucesso do provável rival.

+ Governador Ron DeSantis: o homem que pode dar um susto em Trump

“Se eu não o endossasse, ele não teria vencido”, disse Trump em entrevista à revista americana The New Yorker, que publicou uma história detalhada sobre a ascensão de DeSantis. O ex-presidente disse, contudo, que ele e o governador da Flórida tinham um “relacionamento muito bom”, acrescentando que “estou orgulhoso de Ron”.

Trump endossou DeSantis em 2017, contra o então líder republicano Adam Putnam, depois de ficar impressionado com sua postura combativa – bem ao estilo de Narciso.

Trump, que em breve poderá ser forçado a prestar depoimento na investigação do estado de Nova York sobre seus negócios na Trump Organization, disse estar “muito perto de tomar uma decisão” sobre concorrer à Presidência pela terceira vez consecutiva. O líder republicano vem insinuando que será candidato novamente desde que perdeu a eleição de 2020 – que ele ainda insiste, sem provas, ter sido fraudada.

+ Como o governador da Flórida virou um dos republicanos mais influentes

“Não sei se Ron vai concorrer e não perguntei a ele”, disse Trump. “É uma prerrogativa dele. Acho que eu ganharia.”

Continua após a publicidade

Em um punhado de pesquisas, DeSantis, que enfrenta uma disputa para permanecer no governo da Flórida em novembro deste ano, já está à frente de Trump na corrida pela indicação presidencial republicana. Sem Trump, ele comanda uma grande vantagem. (Em terceiro lugar, está o senador do Texas Ted Cruz, que já foi pré-candidato.)

A ascensão do governador está incomodando também o círculo íntimo do ex-presidente. Um consultor político republicano disse à New Yorker: “[O time de Trump] está trabalhando horas extras para encontrar maneiras de acabar com DeSantis. Eles realmente o odeiam.”

+ Donald Trump mostra poder incontestável no Partido Republicano

Durante uma entrevista por telefone com a emissora de TV de direita Newsmax na segunda-feira 20, Trump ecoou o sentimento.

“Tenho um bom relacionamento com Ron, não sei se ele quer concorrer. Eu não vi isso. Você está me dizendo algo que eu não vi, então vamos ver o que acontece”, disse ele. “Mas eu fui muito responsável por eleger ele.”

Em outro movimento que provavelmente não agradará a Trump, alguns doadores ricos que apoiaram a fracassada corrida eleitoral de 2020 de Trump começaram a contribuir para um comitê político ligado a DeSantis, informou o portal de notícias Politico no domingo 19. Esta foi a primeira vez que muitos deles doaram para um candidato em uma eleição estadual da Flórida.

+ Para tentar reverter derrota, democratas escancaram os pecados de Trump

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)