Clique e assine a partir de 8,90/mês

Trump diz que sucessor de Al-Baghdadi no Estado Islâmico também foi morto

Presidente americano não confirmou a identidade do terrorista

Por Da Redação - Atualizado em 29 out 2019, 11h34 - Publicado em 29 out 2019, 11h31

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira, 29, que as forças americanas mataram o principal substituto de Abu Bakr al-Baghdadi, chefe do Estado Islâmico (EI) O terrorista que comandava o grupo jihadista se matou durante uma operação na Síria no domingo 27.

“Acabei de confirmar que o substituto número um de Abu Bakr al-Baghdadi foi eliminado pelas tropas americanas. Provavelmente, ele teria assumido o posto principal – agora ele também está morto!”, tuitou Trump.

O presidente americano não confirmou a identidade do terrorista, que seria o substituto de Al-Baghdadi. Trump também não deu mais detalhes sobre como ele foi morto.

Continua após a publicidade

Abu Bakr al-Baghdadi morreu no domingo durante uma operação militar americana no noroeste da Síria. Ele se suicidou, utilizando um colete com explosivos, durante uma perseguição A detonação ainda causou a morte de seus três filhos. “Morreu como um cachorro, como um covarde”, disse Trump.

Segundo o presidente, nenhum soldado americano foi ferido durante a missão, apenas um cachorro. Trump divulgou uma foto do bicho que faz parte do contingente das forças americanas em seu Twitter.

O nome do cão é mantido em segredo por enquanto. Mas ele foi ferido justamente por causa dessa explosão, que se deu no momento em que o líder terrorista fugia da Força Delta americana dentro de um túnel.

Continua após a publicidade
Publicidade