Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump diz que convidará Kim para visitar a Casa Branca

"Ele é um negociador digno", disse o presidente americano sobre o ditador da Coreia do Norte

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta terça-feira (12) que planeja convidar o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, para visitar a Casa Branca. O republicano afirmou também que ambos se reunirão “muitas vezes” durante o processo de negociação sobre a desnuclearização norte-coreana.

Os líderes se reuniram em Singapura para um histórico encontro e participaram de uma reunião privada por aproximadamente 48 minutos.

Perguntado pelos jornalistas se convidaria Kim para visitar a Casa Branca, Trump respondeu: “Absolutamente, eu farei isso”.

Após assinarem uma declaração conjunta, os líderes se reuniram novamente diante das bandeiras dos Estados Unidos e da Coreia do Norte, onde começaram o dia histórico, e apertaram as mãos uma última vez.

“Ele é um negociador digno”, disse Trump aos repórteres reunidos. “Ele está negociando em nome de seu povo.”

Mais cedo, Kim afirmou que seu país e os Estados Unidos superaram “muitos obstáculos” para realizar a histórica reunião. “Houve muitas velhas práticas, preconceitos e obstáculos no nosso caminho até chegarmos aqui, mas superamos tudo isso”, afirmou Kim.

Os dois homens, de trajetórias e estilos radicalmente diferentes e com mais de 30 anos de diferença, conversaram cara a cara, com o auxílio de seus intérpretes, durante 48 minutos.

Em seguida, iniciaram uma reunião com suas respectivas equipes, antes de um almoço de trabalho.

Apesar da espetacular aproximação diplomática dos últimos meses, persistem muitas dúvidas sobre a cúpula entre os dois dirigentes.

(Com EFE)