Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Trump diz estar com a “mente aberta” sobre mudanças climáticas

Em reunião com jornalistas do 'New York Times', o magnata afirmou também que não pretende vender suas companhias e que não há nenhum conflito de interesses

Por Da redação 22 nov 2016, 18h47

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou atrás em algumas de suas declarações antigas e afirmou acreditar que existe uma ligação entre mudanças climáticas e atividades humanas. Em um encontro com jornalistas do New York Times, o magnata afirmou também que “ar limpo é essencialmente importante”.

Em uma publicação no Twitter, um repórter do Times escreveu que Trump “disse estar mantendo uma ‘mente aberta'” sobre a questão. Anteriormente, durante sua campanha, o vencedor das eleições presidenciais americanas havia dito que o aquecimento global era só um boato.

Quando perguntado sobre os possíveis conflitos de interesse que podem surgir entre seu papel de presidente e proprietário das empresas Trump, o magnata afirmou que “presidentes não têm conflitos de interesse”. “A lei está a meu favor”, afirmou, segundo os jornalistas do  New York Times, completando que também não pretende vender sua companhia, que deve ficar sob o comando de sua filha Ivanka e o marido, Jared Kushner.

Continua após a publicidade

Cobertura durante a campanha

Trump se reuniu com os jornalistas e editores do New York Times para uma entrevista nesta terça-feira após criticar duramente o jornal diversas vezes pela cobertura de sua campanha. O NYT, assim como outros veículos de imprensa do país, apoiou a candidatura da democrata Hillary Clinton. “Eu acho que fui tratado muito mal”, afirmou o magnata no encontro. “Arrisco dizer que o New York Times foi o mais áspero de todos”, disse, sobre as reportagens publicadas no periódico a seu respeito.

Na segunda-feira, Trump se reuniu a portas fechadas na torre que leva seu nome, em Nova York, com diretores das principais emissoras de televisão dos EUA e seus mais prestigiados jornalistas. Informações vazadas do encontro indicam que o magnata se mostrou desafiante e fez duras críticas à cobertura de sua campanha presidencial feita pelos canais também.

 

Continua após a publicidade
Publicidade