Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Trump ataca procurador-geral dos Estados Unidos no Twitter

Presidente americano acusou Jeff Sessions de tomar uma posição muito fraca no departamento de Justiça em relação às acusações que pesam sobre Hillary

Por Da redação 25 jul 2017, 11h15

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, intensificou hoje os ataques recentes ao procurador-geral do país, Jeff Sessions, ao acusar o ex-senador e aliado de campanha de tomar uma posição muito fraca no departamento de Justiça no que diz respeito aos crimes de sua ex-adversária democrata Hillary Clinton e “vazadores de informações”.

“Onde estão os e-mails e o servidor do DNC (Comitê Nacional do Partido Democrata)?”, questionou Trump em sua conta no Twitter.

Continua após a publicidade
  • Segundo matéria publicada na segunda-feira, 24, pelo jornal americano Washington Post, Trump estaria considerando demitir Sessions, com quem entrou em rota de colisão por causa das investigações sobre a suposta ligação da campanha do republicano com a Rússia.

    Em outro tuíte, Trump citou que a esposa de Andrew McCabe, vice-diretor do FBI e responsável pela investigação sobre possíveis irregularidades cometidas por Hillary, teria recebido US$ 700 mil da democrata.

    Continua após a publicidade

    (Com agência Estado)

    Continua após a publicidade
    Publicidade