Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump ataca procurador-geral dos Estados Unidos no Twitter

Presidente americano acusou Jeff Sessions de tomar uma posição muito fraca no departamento de Justiça em relação às acusações que pesam sobre Hillary

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, intensificou hoje os ataques recentes ao procurador-geral do país, Jeff Sessions, ao acusar o ex-senador e aliado de campanha de tomar uma posição muito fraca no departamento de Justiça no que diz respeito aos crimes de sua ex-adversária democrata Hillary Clinton e “vazadores de informações”.

“Onde estão os e-mails e o servidor do DNC (Comitê Nacional do Partido Democrata)?”, questionou Trump em sua conta no Twitter.

Segundo matéria publicada na segunda-feira, 24, pelo jornal americano Washington Post, Trump estaria considerando demitir Sessions, com quem entrou em rota de colisão por causa das investigações sobre a suposta ligação da campanha do republicano com a Rússia.

Em outro tuíte, Trump citou que a esposa de Andrew McCabe, vice-diretor do FBI e responsável pela investigação sobre possíveis irregularidades cometidas por Hillary, teria recebido US$ 700 mil da democrata.

(Com agência Estado)