Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Trump aciona Justiça americana para tentar reabrir sua conta no Twitter

Ex-presidente foi banido pela rede social, acusado de incitar invasão de seus apoiadores ao Capitólio; o republicano diz estar sendo censurado

Por Da Redação 2 out 2021, 22h30

O ex-presidente americano Donald Trump abriu um processo judicial no estado da Flórida visando recuperar sua conta no Twitter, suspensa pela rede social desde janeiro, após invasão violenta de seus apoiadores ao Capitólio dos Estados Unidos, em Washington. Na ocasião, cinco pessoas morreram, incluindo um policial. 

Os advogados de Trump entraram com uma moção na última sexta-feira, 1º, no Tribunal Distrital dos Estados Unidos em Miami, buscando uma medida liminar contra o Twitter e seu CEO, Jack Dorsey. Eles argumentam que o Twitter está censurando Trump em violação de seus direitos da Primeira Emenda.

O Twitter não se manifestou até o momento. A rede social baniu Trump permanentemente de sua plataforma dias depois que seguidores do ex-presidente republicano invadiram o prédio do Capitólio para tentar impedir o Congresso de oficializar a vitória do candidato democrata Joe Biden, o atual presidente americano.

O Twitter considerou que Trump, que tinha quase 90 milhões de seguidores, incitou o protesto violento. O ex-presidente também foi suspenso do Facebook e do YouTube por preocupações semelhantes A rede criada por Mark Zuckerberg informou que revisará a suspensão, mas apenas em 2023.  

 

Continua após a publicidade

Publicidade