Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trudeau troca gabinete e se prepara para último ano de mandato no Canadá

Escritório de primeiro-ministro foca na inovação e no comércio, fortalecendo relações com as províncias e segurança da fronteira

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, vai trocar seu gabinete nesta quarta-feira 18, enquanto seu governo se prepara para entrar no último ano do mandato antes das próximas eleições, marcadas para outubro de 2019.

Os escolhidos tomam posse dos novos cargos ministeriais no Rideau Hall, em Ontário, com a presença da governadora-geral Julie Payette, em uma cerimônia que começou às 10 horas locais (11 horas em Brasília), segundo o site de notícias CBC. A expectativa é que os ministros do alto escalão, como o ministro das Finanças, Bill Morneau, e a ministra das Relações Exteriores, Chrystia Freeland, mantenham seu cargo.

Um comunicado de imprensa divulgado pelo escritório do primeiro-ministro afirma que o novo gabinete deve focar na inovação e no comércio, enquanto constrói relações mais fortes com as províncias e aumenta a segurança na fronteira.

“As mudanças no ministério colocarão um foco ainda maior na diversificação do comércio internacional, no apoio e crescimento das pequenas empresas, na expansão do turismo, na promoção de nossas exportações e na melhoria do comércio dentro de nossas próprias fronteiras”, adicionou o comunicado.

“Continuamos focados em gerenciar efetivamente a chegada de migrantes em situação irregular, avaliar os requerentes de asilo, tornar nosso sistema mais eficiente e impedir o fluxo de drogas ilegais e armas de fogo para nossas comunidades”, disse o escritório do primeiro-ministro.

Das renovações já anunciadas, Mary Ng, uma ex-funcionária do escritório de Trudeau, foi escolhida como ministra de Pequenos Negócios e Promoção de Exportações e Bill Blair, um ex-chefe de polícia de Toronto que tem sido um dos membros do governo mais ativos no processo de legalização da maconha, deve tornar-se ministro da Segurança na Fronteira e da Redução do Crime Organizado. Ele também deve acumular a tarefa de gerenciar os pedidos de asilo e controlar a entrada de refugiados no país.

Além deles, Filomena Tassi, uma parlamentar pela cidade de Hamilton, será nomeada ministra de Idosos; Jonathan Wilkinson, membro do Parlamento de Vancouver, torna-se ministro das Pescas, Oceanos e da Guarda Costeira canadense; e Pablo Rodriguez, que estava servindo como chefe do governo, será o ministro do Patrimônio Cultural e Multiculturalismo.

Outros ministros também devem trocar de pasta, como Dominic LeBlanc, que deixa o Ministério de Pesca e Oceanos para assumir o de Assuntos Intergovernamentais, Assuntos do Norte e Comércio Interno. Amarjeet Sohi também deve sair do cargo de ministra da Infraestrutura para comandar a pasta de Recursos Naturais, enquanto Carla Qualtrough continuará sendo ministra de Serviços Públicos e Aquisições, mas acumulará as funções de ministra de Acessibilidade. Jim Carr sairá do Ministério de Recursos Naturais para assumir o de Diversificação do Comércio Internacional e François-Philippe Champagne passa do Ministério de Comércio Internacional para o de Infraestrutura e Comunidades.