Clique e assine com 88% de desconto

Tribunal do Mercosul está analisando recurso contra suspensão do Paraguai

Por Da Redação - 17 jul 2012, 17h31

Assunção, 17 jul (EFE).- O assessor jurídico do Ministério das Relações Exteriores paraguaio, Ernesto Velázquez, informou nesta terça-feira que o Tribunal Permanente de Revisão do Mercosul já está analisando o recurso apresentado pelo governo do presidente Federico Franco contra a suspensão do país e a inclusão plena da Venezuela no bloco.

O recurso foi apresentado no dia 9 de julho. As deliberações sobre o pedido serão feitas pelo argentino Carlos María Correa, o paraguaio Roberto Ruiz Díaz, o uruguaio José María Gamio e os brasileiros Wilber Barral e Jorge Luis Fontoura.

‘A partir de agora o tribunal tem seis dias para emitir uma decisão, ou seja, no domingo já devemos ter uma resposta para nossa reivindicação’, disse Velázquez.

O assessor jurídico se mostrou ‘confiante na atuação’ dos encarregados pelo caso e reiterou que as resoluções adotadas pelo Mercosul ‘carecem de legalidade’.

Publicidade

‘Se a demanda paraguaia for aceita, ficariam sem efeito as decisões tomadas na Cúpula de Mendoza (Argentina), e se a decisão for negativa, o Paraguai se reserva o direito de comparecer em outras instâncias internacionais’, explicou.

O Paraguai, que também foi suspenso da Unasul, foi punido pela Argentina, Brasil e Uruguai, que consideraram que ocorreu uma ruptura democrática no país com a cassação do ex-presidente Fernando Lugo após um julgamento político que o considerou culpado por mau desempenho de suas funções.

O até então Federico Franco assumiu o poder em 22 de junho, poucas horas depois do impeachment de Lugo. EFE

Publicidade