Clique e assine a partir de 9,90/mês

Três reatores nucleares americanos precisam de revisão

Realizado após acidente no Japão, relatório diz que reatores, no entanto, operam em segurança

Por Da Redação - 1 abr 2011, 05h02

A Comissão de Regulação Nuclear (NRC) dos EUA informou que três reatores nucleares americanos precisam ser revisados, embora estejam operando em segurança. A conclusão faz parte de uma recente inspeção motivada pelo incidente do Japão.

“Estes reatores precisam de uma significativa revisão, mas continuam operando com segurança”, disse Scott Burnell, porta-voz da NRC. Trata-se das usinas de Fort Calhoun, em Nebraska; Robinson Unit, na Carolina do Sul, e Wolf Creek, no Kansas.

De acordo com o organismo federal, estes reatores se encontram no nível 3 de risco, em uma escala de 1 a 5 que classifica 1 como “bom funcionamento” e 5 como necessidade de “fechamento”.

O nível 3, segundo a classificação do organismo federal, significa que “existem múltiplos problemas de preocupação baixa ou poucos problemas de preocupação alta”.

Continua após a publicidade

Acervo Digital: Energia nuclear: riscos e vantagens das usinas atômicas

Burnell falou nesta quinta-feira pouco depois do comparecimento do presidente da NRC, Gregory Jaczko, perante uma subcomissão da Câmara dos Representantes para explicar os resultados das recentes inspeções. “Estas usinas estão sendo submetidas a uma revisão intensiva do ponto de vista da segurança”, indicou.

No entanto, Jaczko ressaltou que a NRC conta com “um sistema muito conservador de alerta, para que possamos identificar os problemas de maneira adiantada”.

Os demais reatores nucleares, submetidos a uma nova inspeção após o recente acidente nuclear ocorrido em 11 de março na usina japonesa de Fukushima, “continuam trabalhando bem dentro dos requisitos de segurança”, acrescentou Jaczko.

Continua após a publicidade

Os Estados Unidos contam, atualmente, com 104 instalações nucleares, a maioria concentrada no centro e leste do país, que fornecem 20% da eletricidade.

Nos últimos nove anos nenhuma usina nuclear foi construída nos Estados Unidos.

(com Agência EFE)

Publicidade