Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Traoré convida ao diálogo grupos tuaregue que controlam norte de Mali

Bamaco, 12 abr (EFE).- O recém-designado presidente interino de Mali, Dioncounda Traoré, convidou nesta quinta-feira os grupos tuaregue Movimento Nacional para a libertação de Azawad (MNLA) e o islamita Ansar al Din a sentarem-se para negociar.

‘Sou o presidente de um país em guerra que ama a paz’, disse Traoré que fez esta declaração após a cerimônia de posse nesta quinta-feira em Bamaco.

Em 6 de abril, o MNLA proclamou a independência do Azawad, território de 850 mil quilômetros ao norte de Mali, após assumir o controle da região em apenas uma semana.

No entanto, o presidente, após o lançamento do que classificou como ‘convite fraternal’, acusou os grupos rebeldes de cometerem roubos, abusos e violações, e ameaçou com uso da violência se a situação assim exigir.

‘Se a guerra é a solução, entraremos em guerra com nosso Exército equipado’, declarou Traoré, de 69 anos.

Em seu discurso, pronunciado após o juramento do cargo, Traoré centrou-se na integridade do país, na segurança e nas eleições presidenciais que deverá organizar no prazo de 40 dias.

Além disso, ressaltou que Mali tinha outra batalha para lidar, ‘o desenvolvimento’, e acrescentou que ‘o navio de Mali não naufragará’.

O grupo Ansar al Din, de tendência rigorista islamita, se manifestou contrário à independência do Azawad, mas propício à imposição da lei islâmica, o que causou um desencontro com o MNLA. EFE

id-jfu/dm