Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataque a tiros em feira de Natal deixa três mortos em Estrasburgo

Agressor foi ferido por policiais, mas conseguiu fugir; ele já era conhecido pelas autoridades como um possível extremista

Um ataque a tiros em uma feira de Natal em Estrasburgo, na França, deixou três mortos e 13 feridos na noite desta terça-feira, 11. O atirador foi baleado por policiais, mas conseguiu fugir do local. Estrasburgo abriga a sede do Parlamento Europeu, que foi fechado por precaução após o tiroteio.

O presidente da França, Emmanuel Macron, se reuniu nesta terça-feira com o gabinete de crise montado pelo Ministério do Interior para acompanhar a evolução da situação.

Inicialmente, a prefeitura local havia divulgado um balanço de três mortos, mas atualizou os números depois de uma revisão.

A seção antiterrorismo da Promotoria francesa vai investigar o ataque. O suspeito, que não teve a identidade revelada, tem 29 anos e é natural de Estrasburgo. Ele possui ficha criminal e já era conhecido pelas autoridades como um possível extremista.

Um dos policiais que tratou do caso, Stephane Morisse, afirmou que as autoridades foram à residência do atirador, suspeito de laços com radicais. O homem não estava, mas a polícia encontrou explosivos no local.

O ataque

Os tiros começaram por volta das 20h (17h no horário de Brasília). O atirador abriu fogo no mercado de Natal da cidade, que atrai milhões de turistas todos os anos. Ao jornal Le Monde, testemunhas relataram que os disparos duraram cerca de dez minutos. Pessoas correram para se alojar em lojas e restaurantes próximos ao local.

No Twitter, a prefeitura orientou que os moradores não saíssem de casa. O Hospital Universitário de Estrasburgo ativou um plano especial para receber feridos. Foram liberadas camas para receber as vítimas. 

O mercado de Natal de Estrasburgo está com forte esquema de segurança neste ano, justamente para tentar evitar incidentes desse tipo. Carros sem autorização não podem transitar nas ruas próximas à praça. Além disso, há postos de controles que revistam bolsas de pedestres para que as pessoas possam entrar na área.

Terrorismo preocupa

Nos último anos, a França sofreu com atentados terroristas. As autoridades buscam esclarecer se o tiroteio em Estrasburgo tem essa motivação.

Em novembro de 2015, ataques coordenados à casa de espetáculos Bataclan e outros locais de Paris deixaram 130 mortos. Em julho de 2016, um caminhão atingiu multidão em Nice, durante as comemorações do  Dia da Bastilha, matando mais de 80 pessoas. Em janeiro de 2015, 12 pessoas morreram em um atentado ao jornal “Charlie Hebdo”

Em dezembro de 2016, um homem jogou um caminhão contra o mercado de Natal de Berlim, na Alemanha, matando 11 pessoas.

Estrasburgo fica no leste francês e faz fronteira com a Alemanha.

(Com Estadão Conteúdo e AFP)