Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tiroteio em mercado na Índia deixa pelo menos 13 mortos

De acordo com o governo indiano, o atentado foi cometido pela Frente Nacional Democrática de Bodoland, um grupo separatista da região

Atiradores vestidos com uniformes militares mataram ao menos 14 pessoas e feriram outras 15 nesta sexta-feira, em um mercado movimentado em Assam, Estado conturbado do nordeste da Índia. As autoridades locais atribuíram o ataque a um grupo separatista regional.

Três homens armados dispararam indiscriminadamente e lançaram granadas de mão no mercado da cidade de Kokrajhar, segundo testemunhas oculares. Um dos agressores foi morto e forças de segurança estavam à caça de três ou quatro outros na área, afirmou o chefe de polícia de Assam, Mukesh Sahay.

Leia também:
Inundações deixam 200 mortos e milhões de desabrigados na Índia
Casal é morto na Índia por dívida de 70 centavos
Protestos contra morte de líder separatista na Caxemira indiana deixam 23 mortos

Uma autoridade de alto escalão do Ministério de Assuntos Internos de Nova Déli disse que investigações preliminares indicam que o ataque foi realizado por militantes separatistas da Frente Nacional Democrática de Bodoland (NDFB). Assam, um Estado remoto e subdesenvolvido do nordeste indiano, sofre há anos com as insurgências étnicas e tribais.

Assim como outras organizações rebeldes da região, a NDFB quer um território independente para o grupo indígena Bodo. Devido a outras ações que mataram civis no passado, a frente de Bodoland é considerada um grupo terrorista pelo governo indiano.

(Com Reuters)