Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Testemunha de incêndio em Doha diz que bombeiros ‘se esqueceram’ de creche

Doha, 28 mai (EFE).- Um testemunha do incêndio que nesta segunda-feira provocou a morte de 19 pessoas, entre elas 13 crianças, em uma creche de um centro comercial de Doha disse à Agência Efe que ‘os bombeiros se esqueceram de que havia uma creche e se focaram apenas em apagar o incêndio’.

A testemunha, identificada como Daya Khaled, explicou que os serviços de emergência começaram os trabalhos de resgate ‘apenas meia hora depois’ de quando começaram a combater as chamas, ‘quando receberam o aviso de que havia uma creche com 20 crianças dentro’.

‘Não puderam resgatá-los através dos acessos mais usados, e tiveram que entrar pelo telhado, mas já era tarde’, disse.

Khaled viu uma mãe, que tinha deixado seu filho na creche – pertencente à rede internacional Gympanzee -, voltar ao meio-dia para pegá-lo, e viu seu corpo sendo retirado.

‘Ela começou a chorar, repetindo: ‘Logo nesta manhã eu tirei fotos de quando ele entrou na creche’. Vi cenas muito dramáticas’, explicou.

Uma funcionária da creche, de nacionalidade filipina, desmaiou ao descobrir, quando chegou para trabalhar, que as crianças estavam mortas, acrescentou Khaled.

Várias das vítimas morreram quando eram levadas ao hospital, declarou esta testemunha, que destacou que a creche ficava próxima de vários restaurantes, por isso um incêndio em qualquer um deles poderia se estender com facilidade ao jardim de infância.

O incêndio começou por volta das 11h locais (5h de Brasília), pouco antes de muitos pais retornarem para pegar seus filhos. Os clientes da creche são habitualmente pessoas que fazem compras no Villagio Mall e funcionários do próprio complexo comercial, o maior do país e que foi inaugurado em 2006. EFE