Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Terremoto nas Filipinas mata sete e deixa 394 feridos

Tremor é o segundo em 14 dias no sul do país; 3.500 pessoas estão protegidas em abrigos

Por Da Redação Atualizado em 30 out 2019, 15h22 - Publicado em 30 out 2019, 14h25

Um terremoto de 6,6 graus na escala Richter atingiu a ilha de Mindanao, sul das Filipinas, deixando sete mortos e ao menos 394 feridos, segundo as autoridades locais. O tremor, que danificou ao menos 133 infraestruturas públicas na região e 90% das casas apenas na cidade de Tulunan, afetou mais de 8.400 pessoas. No momento, 3.500 delas estão em abrigos.

O epicentro do tremor, de “intensidade destrutiva”, foi localizado a 25 quilômetros de Tulunam, a mesma cidade onde houve um terremoto de 6,4 graus ocorrido em 16 de outubro, que deixou sete mortos e 200 feridos.

Entre as vítimas fatais já identificadas está um homem de 66 anos, que foi atingido por um muro de cimento na cidade de Koronadal, e um jovem de 15 anos, que foi soterrado por escombros quando tentava encontrar um lugar mais seguro em Magsaysay.

Na mesma cidade, uma mulher morreu devido a um deslizamento de terra que destruiu a casa onde vivia. O desastre também causou a morte de outra pessoa, ainda não identificada.

  • Também morreram um pai, de 22 anos, junto ao filho, de sete, em uma fazenda em Arakan, e uma mulher grávida, de 23 anos, atingida por uma árvore na cidade de Tulunan. Ambas as localidades estão situadas na província de Cotabato.

    Segundo o último balanço do Centro Nacional de Gestão de Desastres, foram registrados 394 feridos em diferentes hospitais e casas de saúde em Mindanao.

    (Com EFE)

    Continua após a publicidade
    Publicidade