Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Terremoto mata nove pessoas na fronteira da Turquia com o Irã

Mais de 1.000 prédios colapsaram do lado turco; em território iraniano, os danos foram de 100% em várias aldeias

Por Da Redação 23 fev 2020, 16h11

Nove pessoas morreram e prédios desabaram no sudeste da Turquia neste domingo, 23, em função de um terremoto de 5,7 graus de magnitude perto da fronteira com o Irã. Mais de 100 pessoas ficaram feridas em vilarejos e cidades dos dois países, disseram autoridades do governo turco.

Na Turquia, três dos mortos eram crianças, e 50 pessoas ficaram feridas. Nove delas estão em estado grave, informou o Ministério da Saúde local. A TV estatal  iraniana estima que 75 pessoas estejam machucadas, entre as quais seis delas foram hospitalizadas. Equipes de resgate foram enviadas para a província de Azerbaijão Ocidental, no Irã, a mais atingida. O terremoto foi sentido em várias cidades do país, incluindo Urmiah e Salmas, e em muitas aldeias, incluindo algumas que sofreram “100% de dano”, informou a TV estatal.

O tremor causou o colapso de mais de 1.000 prédios na Turquia, o que levou a um rápido esforço de resgate para encontrar pessoas presas nos escombros. O terremoto danificou os edifícios a cerca de 90 quilômetros a oeste da cidade turca de Van.

Família desabrigada depois do tremor que atingiu Baskale, na província de Van, na Turquia – 23/02/2020 Demiroren News Agency (DHA)/AFP

Imagens da TV turca mostraram pessoas cavando com pás e mãos os escombros, além de móveis e pertences espalhados por estradas rachadas e cobertas por neve. Em uma vila, o chão rachou sob vários prédios, enquanto em outras os moradores apareciam envoltos em cobertores do lado de fora de suas casas, com paredes exteriores quebradas ou rachadas, tetos caídos e fiação emaranhada.

“Os danos causaram a perda de vidas”, disse o governador da província de Van, Mehmet Bilmez, diante de uma pilha de chapas e blocos de concreto. “Há destruição em todos os quatro vilarejos”, acrescentou ele, ao visitar as localidades neste domingo pela manhã.

Continua após a publicidade

Houve vários tremores secundários, incluindo um sismo maior, com magnitude de 6,0 graus, sentido 10 horas depois. Não há relatos de danos ou vítimas desse outro terremoto, que também atacou a superfície e foi potencialmente perigoso.

  • Morador de Baskale, na província turca de Van, carrega ovelhas entre escombros de imóvel derrubado pelo terremoto – 23/02/2020 Demiroren News Agency (DHA) / Turkey OUT/AFP

    Pontilhado por linhas entre placas tectônicas, o Irã e a Turquia estão entre os países mais propensos a terremotos do mundo. O Centro Sismológico do Mediterrâneo Europeu (EMSC) disse que o epicentro do terremoto, que ocorreu às 8h53 da manhã no horário local (2h53 da manhã, horário de Brasília), teve uma profundidade de 5 km. O segundo grande terremoto ocorreu às 19h (13h, em Brasília).

    As emissoras e funcionários do governo turco disseram que dezenas de vilarejos sentiram os tremores nao país. Quase 150 tendas foram enviadas para abrigar famílias na região, onde várias escolas nos distritos de Baskale, Saray e Gurpinar sofreram danos menores.

    A Autoridade de Gerenciamento de Emergências e Desastres da Turquia (AFAD) iniciou o trabalho de resgate em vilarejos, incluindo Ozpinar, a cerca de 25 km ao sul do epicentro, disse o ministro do Interior, Suleyman Soylu. O AFAD mediu o tremor inicial em magnitude 5,9. O Serviço Geológico dos Estados Unidos situou o epicentro 47 km a oeste da cidade iraniana de Khoy, onde os locais sentiram os efeitos, de acordo com a TV estatal.

    Um terremoto no mês passado na região leste da Turquia matou mais de 40 pessoas, enquanto outro no Irã causou danos estruturais nas casas, mas sem causar mortes.

    (Com Reuters)

    Continua após a publicidade
    Publicidade