Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Terceiro premiê em 5 dias, Ashraf toma posse no Paquistão

Após os afastamentos de seus dois antecessores por decisões judiciais, novo chefe de governo do país presta juramento e designa um gabinete continuísta

O novo premiê do Paquistão, Raja Pervez Ashraf, realizou o seu primeiro ato como o novo chefe de governo e nomeou o seu gabinete neste sábado, logo após prestar o juramento oficial.

Crise – Ashraf é o terceiro político a ocupar o cargo em menos de uma semana, em uma crise política que expõe as tensas relações entre o governo paquistanês, afetado por acusações de corrupção, e a justiça do país, suspeita de ter vínculos com a oposição e o Exército. A instabilidade provocou temores de um possível golpe de estado.

Na terça-feira, a Suprema Corte desabilitou o então primeiro-ministro Yousuf Raza Gilani, acusado de obstruir investigações contra o atual presidente, Asif Ali Zardari. Para o seu lugar, Zardari designou na quarta-feira o ministro da Indústria textil Makhdoom Shahabudin, integrante do partido governista. No dia seguinte, porém, um tribunal local pediu a detenção de Shahabudin por causa de um processo de corrupção relativo à época que o político estava à frente do Ministério da Saúde.

Talvez para se precaver de um novo afastamento, o executivo do país nomeou pela primeira vez um vice-premiê. O escolhido foi um dos líderes da Liga Muçulmana-Q, o principal aliado parlamentar do governo.

A cerimônia de posse de Ashraf, recebido por uma guarda de honras nas dependências oficias do chefe de governo, em Islamabad, foi transmitida por diversas emissoras do país. O novo primeiro-ministro optou por designar um gabinete continuísta, mantendo diversas figuras-chave nomeadas pelo ex-premiê Gilani.

(Com agência EFE)