Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Terça parte da Tailândia em ‘zona de catástrofe crítica’ por inundações

Por Pornchai Kittiwongsakul 12 out 2011, 11h44

A Tailândia, afetada desde julho por inundações históricas, declarou nesta quarta-feira que a terceira parte de suas províncias estão “em catástrofe crítica”, enquanto a montadora de automóveis japonesa Toyota teve que suspender sua produção no país.

“O governo anunciou que todas as províncias afetadas pelas inundações eram zonas de catástrofe crítica, dando mais poder aos governadores para distribuir material e administrar os orçamentos”, declarou o vice-primeiro-ministro Yongyuth Wichaidit aos jornalistas.

Esta decisão tem como objetivo acelerar as operações de resgate em 26 das 77 províncias atualmente inundadas.

Pelo menos 281 pessoas morreram e milhões foram afetadas desde o final de julho por estas inundações, as piores em décadas.

A capital de 12 milhões de habitantes, que reforçou sua defesa e a de seu aeroporto internacional, em especial construindo muros, se preparava nesta quarta-feira para a chegada de grande quantidade de água que se juntará as grandes marés, o que tornará difícil a sua evacuação.

As inundações deixaram mais de 200 mortos no vizinho Camboja e 34 no Vietnã.

Continua após a publicidade

Publicidade