Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tempestade tropical mata 22 e deixa 3 desaparecidos nas Filipinas

Tormenta provocou inundações, deslizamentos de terra, cortes de energia e deixou dezenas de milhares de filipinos presos em aeroportos e portos

Uma tempestade tropical deixou pelo menos 22 mortos e três desaparecidos nas Filipinas. O Conselho Nacional de Gestão e Redução de Desastres (NDRRMC) do país acompanha as buscas. Houve enchentes, deslizamentos de terra e outros desastres causados ​​pela tempestade tropical Usman.

Segundo informações do Conselho Nacional, as mortes ocorreram nas regiões de Bicol e Visayas Oriental. O porta-voz da instituição, Edgar Posadas, disse que a principal causa foram os deslizamentos de terra.

Na região de Bicol, no sudeste da ilha de Luzon, pelo menos 16 pessoas morreram. As outras seis mortes ocorreram em Visayas Oriental, compreendendo as principais ilhas de Samar, Leyte e Biliran. Em Visayas, ainda há três pessoas desaparecidas.

A tempestade tropical começou no sábado (29) nas Filipinas pelo Oceano Pacífico, provocando inundações, deslizamentos de terra, cortes de energia e outros danos, além de deixar dezenas de milhares de filipinos presos em aeroportos e portos.

O serviço meteorológico filipino previu chuvas moderadas a ocasionais neste domingo (30) por causa de Usman, que viaja para o oeste, em direção ao Mar da China Meridional e a presença de uma frente fria.

As Filipinas recebem entre 15 e 20 tufões todos os anos durante a estação chuvosa que começa em maio ou junho e termina em novembro ou dezembro.

(Com Agência Brasil)