Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tempestade Ernesto mata duas pessoas no México

Dezenas de cidades estão em emergência enquanto chuvas e ventos avançam

A tempestade tropical Ernesto já matou duas pessoas e avança nesta sexta-feira sobre o sudeste mexicano com intensas precipitações de chuva. As autoridades estão em alerta máximo diante de possíveis inundações e deslizamentos de terra.

Um dos mortos era um pescador do município de Centla que saiu na noite de quarta-feira para amarrar sua lancha e aparentemente escorregou e caiu no rio, morrendo afogado, disse uma fonte da Defesa Civil de Tabasco. A outra vítima, identificada como Felipe Galván, morreu em condições similares quando manipulava uma máquina.

Ernesto avança sobre o norte do estado de Oaxaca e registra ventos de 65 quilômetros por hora, com sequências de até 85 quilômetros por hora, segundo o Serviço Meteorológico Nacional (SMN) em seu boletim da 0h30 de Brasília. A secretária de Defesa Civil de Veracruz, Noemí Guzmán, informou que desde a manhã desta quinta-feira foram registradas intensas chuvas em todo o estado, o que pode causar o transbordamento de rios e riachos.

Emergência – O governo federal declarou estado de emergência em 27 municípios, principalmente no sul de Veracruz, entre eles Acayucan, Catemaco, Coatzacoalcos, Cosoleacaque, Minatitlán Sayula de Alemán. O centro da tempestade se localiza 50 quilômetros ao sudoeste de Terra Blanca, em Veracruz, e 60 quilômetros ao oeste de Tuxtepec, em Oaxaca, e avança a 22 quilômetros em direção oeste, segundo o Serviço Meteorológico.

Espera-se que Ernesto perca força nas próximas horas e vire depressão tropical, mas com potencial para gerar chuvas de intensas a torrenciais, assim como inundações e deslizamentos em zonas urbanas no litoral do Golfo do México, no centro e no sudeste do território mexicano.

(Com agência EFE)