Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tempestade Arthur se transforma em furacão e segue para Carolina do Norte

Segundo especialistas o furacão deve atingir o litoral americano na noite desta quinta. Autoridades emitiram alerta para população e cidades se prepararem

A tempestade tropical Arthur se transformou em furacão com ventos de 120 km/h nesta quinta-feira e segundo as previsões, deve atingir o litoral da Carolina do Norte nesta noite, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos. O centro do furacão se encontra a 305 quilômetros do sul-sudoeste de Cape Fear, na Carolina do Norte.

Se as previsões forem confirmadas, o centro do furacão deve se aproximar da costa americana na noite de nesta quinta-feira, na zona dos Outer Banks, segundo informou o NHC em seu primeiro boletim desta quinta, emitido às 5h00 do horário local (6h00, em Brasília). As autoridades emitiram um aviso de passagem de furacão nas próximas 36 horas, desde Duck, na Carolina do Norte, até o sul da Virgínia, no leste dos Estados Unidos.

Leia também

Câmera registra passagem de tornado nos EUA. Assista

EUA se preparam para o primeiro furacão da temporada

O aviso de furacão significa que a população e as autoridades devem completar o mais rápido possível as preparações necessárias para se resguardar e utilizar as vias de emergência para evacuar zonas de perigo. Segundo o NHC, a tempestade se movimenta rumo ao norte a uma velocidade de 15 km/h, e espera-se um giro rumo ao nordeste com um aumento da velocidade. Os dados recolhidos pelos aviões de reconhecimento enviados à zona da tempestade indicam que os ventos máximos sustentados aumentaram nas últimas horas e especialistas preveem “um fortalecimento adicional nas próximas 24 horas”.

As autoridades advertiram que a combinação de perigosas ressacas e a maré fará com que áreas normalmente secas perto do litoral sofram inundações pela água no mar. Segundo as previsões, a ressaca marítima virá acompanhada “por ondas grandes e destrutivas”, e podem ser registrados “tornados isolados em algumas zonas litorâneas da Carolina do Norte”.

Leia mais

Relembre alguns dos principais ciclones da história

O NHC adverte também que as ressacas geradas pelo furacão Arthur estão afetando setores do litoral leste da Flórida e Carolina do Sul, provocando perigosas correntes marítimas e grandes ondas. O Arthur se transformou no primeiro furacão da temporada na bacia atlântica, que começou em 1 de junho e terminará em 30 de novembro. A Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos EUA previu para esta temporada a formação de oito a treze tempestades tropicais, das quais entre três e seis chegariam a furacões.

(Com agência EFE)