Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Talibãs garantem ter assassinado 15 soldados do Paquistão

Militares pertencem a grupo que patrulha a fronteira com o Afeganistão

Por Da Redação 5 jan 2012, 03h20

O movimento talibã paquistanês assegurou nesta quinta-feira ter assassinado 15 membros das forças de segurança do Paquistão que haviam sido sequestrados, informou a imprensa local. Um porta-voz da organização que representa os grupos talibãs do Paquistão, Ehsanullah Ehsan, afirmou que a ação é uma represália pelas ofensivas do exército no noroeste do país, segundo a emissora “Geo”.

O porta-voz acrescentou que em breve os talibãs divulgarão um vídeo para provar que mataram os soldados. Os corpos dos militares, que pertencem à guarda de fronteiras, um grupo de segurança das zonas limítrofes com o Afeganistão, estariam no reduto talibã do Waziristão do Norte.

No dia 22 de dezembro, um grupo de insurgentes atacou um posto das forças de segurança, matou um soldado da guarda de fronteiras e sequestrou outros 16 no distrito de Tank, perto do Waziristão, segundo informou uma fonte policial. Porta-vozes militares não confirmaram nem desmentiram a reivindicação do grupo terrorista.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade