Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Talibã rejeita prazo maior para evacuar estrangeiros de Cabul

Governos estrangeiros tentam retirar afegãos vulneráveis da capital, Cabul

Por Ernesto Neves Atualizado em 23 ago 2021, 11h52 - Publicado em 23 ago 2021, 11h22

O grupo islâmico Talibã afirmou nesta segunda-feira (23) que não vai estender o prazo para a retirada de tropas estrangeiras de Cabul, capital do Afeganistão.

A afirmação foi feita por Suhail Shaheen, membro da delegação do Talibã em Doha, no Catar, à rede de notícias Al-Jazeera.

Segundo Shaheen, o atraso na partida dos estrangeiros apenas “estenderia a ocupação do Afeganistão”, o que, de acordo com o líder islâmico, é inaceitável. Hoje, calcula-se que 20.000 pessoas estejam em espera para serem retiradas do país.

No último domingo (22), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou que a retirada aérea de Cabul está sendo “dura e dolorosa.

Biden disse que além de militares americanos, dezenas de milhares de cidadãos afegãos estão sendo evacuados da cidade.

O presidente americano disse ainda que apesar da velocidade da operação, é possível que o prazo se estenda além de 31 de agosto, como estava previsto inicialmente.

O aeroporto de Cabul tem sido palco de cenas dramáticas desde que o Taleban tomou a capital afegã, em 15 de agosto.

Um oficial da OTAN afirmou à imprensa internacional que pelo menos 20 pessoas morreram dentro e ao redor do aeroporto na semana passada

Continua após a publicidade

Publicidade