Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tailândia elege pela primeira vez uma mulher como premiê

Partido da oposição, ligado a ex-premiê exilado, foi o vencedor das eleições

Yingluck Shinawatra, empresária de 44 anos, deve ser eleita a nova primeira-ministra da Tailândia após a maciça vitória de seu partido, o Puea Thai (“Para Tailandeses”, em tradução livre) neste domingo. O chefe do partido é seu irmão, o ex-premiê Thaksin Shinawatra, que está exilado em Dubai.

Yingluck, conhecida como Pou, nunca havia concorrido a um cargo público ou assumido um posto no governo. Apesar de ela ter muito a provar sobre sua capacidade de governar o país, muitos tailandeses veem a vitória de Yingluc como um grande passo para as mulheres do país, que têm lutado por representação igual no governo.

O seu irmão, por sua vez, vive atualmente como fugitivo da Justiça da Tailândia em Dubai. Thaksin, que já foi eleito premiê duas vezes, tem afirmado que quer voltar ao seu país. Uma das políticas de Yingluck é anistia a crimes políticos, suscitando dúvidas sobre sua independência no cargo.

O atual primeiro-ministro da Tailândia, Abhisit Vejjajiva, reconheceu a derrota de seu Partido Democrata nas eleições legislativas realizadas neste domingo no país. “Parabenizo o Puea Thai pela oportunidade que tem de liderar o próximo governo e desejo a Yingluck Shinawatra todo o sucesso como primeira mulher a ser primeira-ministra da Tailândia”, disse o chefe de estado em uma breve discurso na sede seu partido.

Segundo a Comissão Nacional Eleitoral, o partido Puea Thai conseguiu 258 cadeiras das 500 cadeiras no Parlamento. No total, o partido teve cerca de 87% dos votos.

(Com agência Reuters)