Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Suu Kyi ganha cadeira do Parlamento de Mianmar

Nobel da paz vence após 15 anos de prisão domiciliar. Eleições, que tiveram a participação de 6 milhões de birmaneses, marcam a volta da oposição

A nobel de paz Aung San Suu Kyi ganhou a cadeira do Parlamento de Mianmar, anunciou o seu partido, a Liga Nacional pela Democracia birmanesa (LND), após a votação das eleições legislativas parciais realizadas neste domingo. A vitória vem 22 anos depois dela ter perdido a chance de se tornar primeira-ministra do país, quando a LDN foi roubada naquelas eleições.

O pleito, que contou com a participação de 6 milhões de birmaneses, representa justamente o retorno político da oposição liderada pela carismática Suu Kyi, que enfrentou 15 anos de prisão domiciliar. Ela passará a ocupar uma cadeira correspondente ao distrito de Kawhmu, povoado por camponeses e situado ao sudeste de Yangun.

Ao sair dos colégios de Kawhmu, um alto percentual de eleitores comemorava o fato de ter conseguido votar em Suu Kyi. “Minhas três companheiras e eu votamos em Aung San Suu Kyi”, disse Ya Win, uma universitária de 22 anos que saiu de Yangun no dia anterior para exercer seu direito ao voto.

A disputa pelas cadeiras do Parlamento e Senado que representam menos de 7% do total das duas câmaras do Legislativo, é um duelo entre a LND de Suu Kyi, e o Partido do Desenvolvimento e Solidariedade da União, afim aos ex-generais da junta militar que manteve cativa a nobel de paz 15 anos nas últimas duas décadas.

(Com Agência EFE)