Clique e assine a partir de 9,90/mês

Suspeito é morto pela polícia em Universidade de Ohio

A faculdade suspendeu o aviso de recolhimento e os alunos e funcionários foram liberados para deixar o campus

Por Da redação - Atualizado em 28 nov 2016, 16h37 - Publicado em 28 nov 2016, 15h07

A polícia do Estado de Ohio, nos Estados Unidos, confirmou a morte de um suspeito de ferir ao menos dez pessoas com facadas na Universidade Estadual de Ohio. Alguns minutos após a confirmação, a faculdade suspendeu o aviso de recolhimento ativo e os alunos e funcionários foram liberados para deixar o câmpus.

Ainda não está claro se o ataque foi conduzido por uma ou duas pessoas. Mais cedo, Rebecca Diehm, representante do Departamento de Bombeiros de Ohio, confirmou que ao menos dez pessoas ficaram feridas no caso, uma em estado crítico. As vítimas já foram resgatadas e transportadas para hospitais nas proximidades.

A universidade divulgou um comunicado oficial após o ataque. “As lesões das vítimas incluem feridas de facadas, ferimentos causados por veículo motorizado e outras lesões que ainda estão sendo avaliadas”, informou o documento.

Por volta das 10h35 do horário local (13h35 em Brasília), uma mensagem de aviso foi publicada na página da universidade no Twitter pedindo a todos os alunos e funcionários que se mantivessem em seus dormitórios ou salas de aula. “Atirador ativo no câmpus. Fujam, escondam-se, defendam-se”, escreveu o departamento de emergência da universidade.

Continua após a publicidade

Segundo o jornal New York Times, o ataque aconteceu no prédio de ciências e engenharia da faculdade, o Watts Hall. As aulas em toda a faculdade foram suspensas nesta segunda. A universidade, fundada em 1804, tem cerca de 60 000 estudantes de várias nacionalidades.

 

Publicidade