Clique e assine a partir de 9,90/mês

Suprema Corte do México autoriza uso de maconha a quatro cidadãos mexicanos

A decisão pode abrir caminho para a legalização da droga no país

Por Da Redação - 4 nov 2015, 19h21

A Suprema Corte do México reconheceu nesta quarta-feira o direito de quatro indivíduos de usar maconha, uma decisão que pode abrir caminho para a legalização da droga em um país com uma história sangrenta de conflitos envolvendo os cartéis do narcotráfico.

O tribunal julgou um caso que já havia sido levado à Justiça em 2013 por um grupo a favor da legalização da maconha, que teve negada por reguladores a permissão para cultivar a planta para uso recreativo. Nesta quarta-feira, o tribunal decidiu, por 4 x 1, que proibir as pessoas de consumir a droga é inconstitucional.

A produção e a comercialização da droga são ilegais no México. Ainda assim, em 2009, o país tornou legal o transporte de até 5 gramas de maconha, 500 miligramas de cocaína e pequenas quantidades de heroína e metanfetamina.

Leia também:

Continua após a publicidade

Apresentadora de TV mexicana afastada após ser assediada ao vivo é readmitida – e agressor também

Jovens são linchados e queimados no México

Seca no México revela ruínas de igreja do século XVI

(Com Reuters)

Publicidade