Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Sul-coreanos lançam panfletos e pedem revolta de norte-coreanos

Por Da Redação 1 jan 2012, 09h18

Um grupo de ativistas sul-coreanos lançou neste domingo 50.000 panfletos na Coreia do Norte, com a ajuda de balões, para pedir aos norte-coreanos que se revolvem contra o novo líder do país, Kim Jong-un, lembrando o destino de outros governantes do mundo.

Os panfletos mostram fotos de Nicolae Ceaucescu, Saddam Hussein e Muamar Kadhafi, ex-governantes da Romênia, Iraque e Líbia, respectivamente, que foram executados ou assassinados na queda de seus regimes.

“Queremos que as pessoas na Coreia do Norte saibam que ditadores em outras partes do mundo encontraram a morte miseravelmente, e que eles também devem revoltar-se contra a tirania dinástica dos Kim”, afirmou à AFP um dos coordenadores da operação, Choi Woo-won.

Os panfletos também pedem a participação dos soldados para “exterminar a gorda família de Kim Il-sung, Kim Jong-il e Kim Jong-un, três gerações que transferem o poder”.

Além dos panfletos, os balões aerostáticos também lançaram sobre a Coreia do Norte pacotes de macarrão instantâneo, segundo os organizadores do protesto, realizado em Imjingak, perto da fronteira com a Coreia do Norte.

Um editorial do jornal oficial do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte pede ao povo que defenda o novo líder “até a morte”.

“O partido, as Forças Armadas e todo o povo devem possuir a firme convicção de que se tornarão baluartes e escudos humanos para defender Kim Jong-un até a morte”, afirma o editorial.

Continua após a publicidade
Publicidade